quinta-feira, 29 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões afro-brasileiras - Países desenvolvidos sinalizam para o ateísmo"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões Afro-brasileiras - atuam no emergencial e estrutural do indivíduo"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões Afro-brasileiras - atuam no emergencial e estrutural do indivíduo



Continua em: 
http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.




















quinta-feira, 22 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões afro-brasileiras promovem a felicidade real"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões afro-brasileiras promovem a felicidade real



Continua em: 
http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.



















terça-feira, 20 de março de 2012

Blog de Sacerdotisas e Sacerdotes publica vídeos de pais e mães espirituais (20/03)

Aranauan, Saravá, Axé!

O Blog "Congresso Internacional de Sacerdotisas e Sacerdotes das Religiões Afro-americanas" publica 4 posts novos em sua sessão 
"FÓRUM INTERNACIONAL PERMANENTE SOBRE DIVERSIDADE NAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS/AFRO-AMERICANAS"
 


 
Clique na imagem e conheça o site da FTU




segunda-feira, 19 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões Afro-brasileiras - Religiões hedonistas?"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões Afro-brasileiras - Religiões hedonistas?

Continua em: 
http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.


















sexta-feira, 16 de março de 2012

A relação profunda entre povo de santo e povo

Aranauan, Saravá, Axé!

Dentro de poucas horas estarei dentro do terreiro para louvar Exu. Mais do que louvar Exu, também vou incorporá-Lo, buscando empoderar, na medida de minha capacidade, Seus valores, Sua forma de enxergar e transformar o mundo, enfim vivenciar a salutar linguagem religiosa  do povo de santo sob as mãos de meu Pai espiritual.

Vivenciar tudo isto, me remete a contemplar todo o intenso e profundo trabalho desenvolvido pelo Pai Rivas que estimula a discussão de questões que transitam do local para o global e vice-versa sem solução de continuidade. Exemplifico.

Não faz muito tempo, pude presenciar uma discussão de longa e que ocupou espaço significativo na Umbanda sobre a pretensa codificação desta linguagem religiosa. Na época o questionamento de meu Pai era simples, mas igualmente poderoso.

Como podemos homogeneizar e hegemonizar uma Religião que foi e é diversa desde sempre? Refletindo mais o exposto. Mesmo em sendo possível, qual forma, qual método iria prevalecer sobre as demais? Como ficariam todos os adeptos da Umbanda que não se "encaixariam" neste processo homogeneizante?
Enfim, quem seria este "papa" com plenos poderes de julgar a todos do povo de santo?

Ficou claro com a intensa discussão entre adeptos de vários cantos do planeta que esta visão codificada da Umbanda só traria prejuízos para todos nós. Na época, os próprios simpatizantes da ideologia da codificação tiveram que voltar atrás. Confesso que participei ativamente destes momentos dentro da nossa religião e limitei minha crítica exclusivamente à Umbanda. Contudo, vivenciando a constante da tradição que é a contínua mudança, tenho percebido como a defesa incondicional pela diversidade, portanto contrária à codificação, é importante não só para o povo de santo, mas para o povo.

A constatação se deve, principalmente, pelos dois últimos vídeos de Pai Rivas em seu blog "Espiritualidade e Ciência" intitulados Religiões afro-brasileiras - Democracia não pode ser universal e Religiões afro-brasileiras - visão e metodologia política (ambos disponíveis em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com/).

Este rico material do blog demonstra como o povo é diverso e, portanto, pensar um sistema de governo único para todos os países, mesmo que seja a democracia é homogeneizar, logo codificar, é querer transformar a nossa força plural em massa de manobra. Mesmo o nosso sistema de governo, democracia representativa, dificulta o poder real para o povo de forma justa, mas exercitando o voto consciente, ou seja, responsabilizando-nos pelas escolhas feitas, conseguiremos andar de forma significativa para a mudança deste status quo.

Pensando por meio de analogias: não fazemos uma única forma de rito dentro das Religiões Afro-brasileiras da mesma forma que não somos idênticos no agir em sociedade. Somos livres dentro do povo de santo para seguir a Tradição que mais nos fala à alma e, igualmente importante, devemos lutar por nossa liberdade de escolha na sociedade.

Logo, podemos concluir que ações locais bem estruturadas atuam na sociedade como um todo. Ao irmos de encontro à codificação umbandista e ao encontro da diversidade, exercitamos nossa consciência para pensar uma democracia plural, portanto, real! E deixa a Gira girar!


Aranauan, Saravá, Axé,
Yabauara (João Luiz Carneiro)
Discípulo de Mestre Arhapiagha (Pai Rivas)


 
Clique na imagem e conheça o site da FTU



Blog de Sacerdotisas e Sacerdotes publica vídeo "165 - Contribuição do Pai Pedro Miranda (RJ) para o Fórum Internacional Permanente"

Aranauan, Saravá, Axé!

O Blog "Congresso Internacional de Sacerdotisas e Sacerdotes das Religiões Afro-americanas" publica post novo em sua sessão
"FÓRUM INTERNACIONAL PERMANENTE SOBRE DIVERSIDADE NAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS/AFRO-AMERICANAS"


Aranauan, Saravá, Axé,
Yabauara (João Luiz Carneiro)
Discípulo de Mestre Arhapiagha (Pai Rivas)


 
Clique na imagem e conheça o site da FTU









quinta-feira, 15 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões afro-brasileiras - visão e metodologia política"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões afro-brasileiras - visão e metodologia política

Continua em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.



















segunda-feira, 12 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões afro-brasileiras - Democracia não pode ser universal"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões afro-brasileiras - Democracia não pode ser universal

Continua em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.


















domingo, 11 de março de 2012

Povo é Povo

Aranauan, Saravá, Axé,

O ciclo de discussões promovido pelo Pai Rivas em seu Blog "Espiritualidade e Ciência" (http://espiritualidadeciencia.wordpress.com) estimula um olhar profundo sobre questões que envolvem não só o povo de santo, mas também e principalmente o povo, simplesmente o povo.

Começando pelo povo de santo, Pai Rivas demonstra a diversidade inerente à nossa gente. Ao mesmo tempo argumenta como esta diversidade cria a "liga", cria o elemento de união e convivência pacífica tão caro para todos nós.

Mas o povo de santo é formado pela mesma gente que forma o povo como um todo. Sendo assim, suas características podem servir para pensar o coletivo, sem descaracterizar as peculiaridades das Religiões Afro-brasileiras.

Como levar este respeito à diversidade, esta convivência pacífica endógena ao povo de santo para contribuir com as questões fundamentais da sociedade? Para tanto, precisamos entender o que é ser povo, o que é poder e como um se relaciona com o outro.

Por este justo motivo é que o Blog tem apresentado os temas: Democracia, Estado, Sociedade Civil, Política...

Dentro de poucas horas, o Blog publicará mais um vídeo discutindo estes importantes elementos. Vamos assistir e discutir nas listas de discussões e redes sociais?



Aranauan, Saravá, Axé,
Yabauara (João Luiz Carneiro)
Discípulo de Mestre Arhapiagha (Pai Rivas)


 
Clique na imagem e conheça o site da FTU

quinta-feira, 8 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões afro-brasileiras - sociedade civil X Estado"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões Afro-brasileiras - sociedade civil X Estado

Continua em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.

















segunda-feira, 5 de março de 2012

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões Afro-brasileiras: Estado - funções"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões Afro-brasileiras: Estado - funções

Continua em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.
















domingo, 4 de março de 2012

Uma centena e meia de sacerdotes discutindo a diversidade: Diálogo Gesltáltico Vivo!

Aranauan, Saravá, Axé!


O Blog "Congresso Internacional de Sacerdotisas e Sacerdotes das Religiões Afro-americanas" publica 8 posts novos em sua sessão "FÓRUM INTERNACIONAL PERMANENTE SOBRE DIVERSIDADE NAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS/AFRO-AMERICANAS"

 

Confira:

150 - Contribuição da Mãe Elizete (RJ) para o Fórum Internacional Permanente

149 - Contribuição da Mãe Maria Elise de Ogum (RJ) para o Fórum Internacional Permanente

148 - Contribuição da Mãe Márcia Araújo (RJ) para o Fórum Internacional Permanente

147 - Contribuição da Mãe Jucy (RJ) para o Fórum Internacional Permanente

146 - Contribuição do Pai Douglas de Oxóssi (SP) para o Fórum Internacional Permanente

145 - Contribuição da Mãe Isabel Cristina (RJ) para o Fórum Internacional Permanente

144 - Contribuição da Mãe Solange de Oxum (RJ) para o Fórum Internacional Permanente

143 - Contribuição do Pai Fausto de Yemanjá (PR) para o Fórum Internacional Permanente


Sim, meus queridos irmãos das Religiões Afro-brasileiras. Chegamos ao número expressivo de 150 contribuições de pais e mães espirituais do Brasil, América do Sul e Europa. 


E não poderíamos deixar de lembrar as palavras do Pai Rivas sobre diálogo gesltáltico.


Cada pai e mãe de santo expressa sua opinião de forma livre, sem cerceamento. Neste exemplo do fórum, ele(a) fala aquilo que pensa sem qualquer tipo de direcionamento externo.


Ou seja, a sua identidade, as suas características foram preservadas e respeitadas. Mas ele já não fala sozinho. Ele carrega consigo toda a força da sua raiz, do seu ilê, dos seus filhos espirituais, dos seus ancestrais e de todos os outros pais e mães espirituais que falaram antes e tantos outros que falarão após ele. Ou seja, o Fórum demonstra como as Religiões Afro-brasileiras/Americanas conseguem construir um diálogo gestáltico, onde a unidade na diversidade é uma realidade.


Vamos apreciar o conteúdo do Fórum e discutir na rede mundial de computadores?


Acessem: http://religiaoediversidade.blogspot.com/

 


Aranauan, Saravá, Axé,
Yabauara (João Luiz Carneiro)
Discípulo de Mestre Arhapiagha (Pai Rivas)


 
Clique na imagem e conheça o site da FTU

Vivenciando o Povo dentro da comunidade do povo de santo!

Aranauan, Saravá, Axé!

É com grande alegria que participei de um rito maravilhoso de Exu nas dependências da Faculdade de Teologia Umbandista. Todo rito é diferente, todo rito tem os seus encantos, suas peculiaridades, enfim, sua magia.

Mas este, como bem lembrado por minha mana Yacyrê foi muito especial. Afinal, contamos com a presença do mundialmente renomado cientista social prof. José Casanova em sua primeira visita ao país. Alguns irmãos de santo estiveram com ele dias antes e, na ocasião, externou sua vontade em conhecer um ritual de transe nas religiões brasileiras. Não poderia ser uma oportunidade melhor e, com toda certeza, após tudo o que viu e viveu, será mais um acadêmico de renome a apresentar para a sociedade a seriedade das Religiões Afro-brasileiras não só para o povo de santo, mas para o povo como um todo.

Por falar em povo e povo de santo, em determinado horário, Exu foi para o pátio da FTU e, sob o céu aberto, no início da madrugada iniciou sua magia com muita fundanga. Laroyê! Neste instante, não estava mais incorporado e pude perceber que o prof. Casanova estava bem próximo dos ilus e dos trabalhos magísticos do Exu. Sentia-se bem, procura cantar os pontos em português e dançava no ritmo dos ilus. Incontinente, olhei para o restante do pátio e vi, literalmente, centenas de médiuns e membros da assistência. Todos "juntos e misturados", como se fala no jargão carioca.

Que maravilha! Ali o povo de santo e a comunidade era uma coisa só sem perder a identidade, todos formando a unidade que representa simbolicamente tão bem a nossa sociedade. Para ser mais claro, naquela hora em que vi professores, faxineiras, médicos, bancários, branos, negros, mestiços, enfim cidadãos planetários, eu vi o povo unido e reunido. 

As palavras de Pai Rivas em seu último vídeo Religiões afro-brasileiras - Povo, Política e Poder (disponível em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com/) explicam e aprofundam bem esta minha visão do rito. Lá, Pai Rivas fala que quando todos são povo, todos são melhores, todos são privilegiados, uma verdadeira unidade gestáltica. Quem está de fora do povo e quer ser melhor que o povo acaba se tornando pior, pois não alcança o poder real que só pode emanar do povo.

Viva o povo! Viva o povo de santo!



Aranauan, Saravá, Axé,
Yabauara (João Luiz Carneiro)
Discípulo de Mestre Arhapiagha (Pai Rivas)

 
Clique na imagem e conheça o site da FTU

quinta-feira, 1 de março de 2012

Blog de Sacerdotisas e Sacerdotes publica vídeos de pais e mães espirituais (01/03)

Aranauan, Saravá, Axé!

Blog "Espiritualidade e Ciência" publica vídeo "Religiões afro-brasileiras - Povo, Política e Poder"

Aranauan, Saravá, Motumbá, Kolofé, Mucuiú, Salve, Axé!


É com grande alegria que divulgamos vídeo inédito publicado no Blog "Espiritualidade e Ciência":

Religiões afro-brasileiras - Povo, Política e Poder

Continua em: http://espiritualidadeciencia.wordpress.com

As publicações do blog têm como proposta fomentar a terapia do diálogo ou diálogo como terapia.